Home » Noticias » Criptomoeda tem dois fundos de investimento da Vitreo

Criptomoeda tem dois fundos de investimento da Vitreo

2 de dezembro de 2021

Vitreo lança dois fundos investimentos de criptomoeda que promete ser forte no mercado.

Nesta quarta-feira (1) a Vitreo lançou mais dois fundos mútuos criptoativos. Assim, os investidores privados e o público qualificado podem aceder ao universo dos smartcoins através de uma estrutura que se baseia na gestão ativa da casa e na validação das análises pela Empiricus.

Os fundos estão disponíveis na plataforma Vitreo para acesso dos clientes O primeiro fundo é o Vitreo Cripto Smart, que tem uma alocação de 100 por cento em ativos relacionados a contratos inteligentes. Este fundo tem aplicação mínima de R $ 5.000.

A taxa de administração é de 1,5% ao ano e uma taxa de desempenho de 20% sobre o que exceder o ICE US Treasury Short Bond Index TR + 2%.

A regulamentação da CVM sobre ativos sediados no exterior é reservada exclusivamente a investidores qualificados.

Já o segundo, Vitreo Coin Smart, é direcionado a todos os perfis de investidor-investidor em que eles tenham uma exposição de 20% ao Vitreo Cripto Smart e 80% em ETFs criptoativos listados no Brasil Bolsa de Valores.

Além disso, a taxa de administração será em torno de 0,34% ao ano e a taxa de performance é indireta, isso inclui apenas a performance dos fundos investidos. Portanto, o investimento inicial mínimo é de R$ 1MIL.

A principal vantagem da dissertação e desta estrutura que criamos é facilitar o acesso aos ativos da carteira e a composição do fundo antecipadamente para gerenciar os Ativos Empiricus e Vitreo a expandir para tokens de investidor com alto potencial de valorização.

Como o Ibovespa acumula cinco meses consecutivos de queda de preços, os fundos oferecem perspectivas de bons retornos para os investidores, explica Jojo Wachsmann, sócio da Vitreo.

A família de fundos da empresa está atualmente se concentrando em ativos digitais e adicionando até nove produtos – isso complementa o portfólio da Vitreo e expande a gama de ativos no segmento.

Estes são testes de investimento que se aplicam a diferentes cripto-ativos e segmentos específicos como DeFi, ou seja, finanças descentralizadas, NTFs e contratos inteligentes.

Entre os ativos desta nova versão, temos o Ethereum, um meio criptoativo que faz parte do universo dos contratos inteligentes.

Dentro do universo criptográfico, esta é uma tese que usa a tecnologia blockchain para registrar contratos, Seria o fim da profissão notarial.

A rede armazena todo o histórico de transações e é uma forma muito mais segura para o usuário do que se cadastrar, O sócio da empresa acredita que este mercado se desenvolverá em menos de 5 anos, devido à pandemia, muitas coisas mudaram, assim como as assinaturas do tabelião que em última análise não eram obrigadas a ir pessoalmente, para fazer isso. a assinatura.

O que são smartcoins?

Smartcoins contêm registros automatizados que os contratos inteligentes.

Os protocolos podem ser usados ​​para validar transações automaticamente. Ao comprar um item como um NFT ou negociar um ativo DeFi descentralizado, nenhum intermediário é necessário para realizar essas transações.

A própria rede cuida da validação e confirmação por meio do cruzamento de dados.

Smartcoins podem ser usados ​​para automatizar vários processos e tornar tudo o que é essencial para a nova era mais dinâmica.

Coin Smart está se juntando ao grupo de fundos de criptomoeda Vitreo junto com Crypto NFT e Vitreo Coin NFT, que chegaram ao mercado em outubro.

Além desses lançamentos de empresas, a Vitreo está preparando um lançamento de fundo para investir nas criptomoedas do Metaverso, que cresceram em popularidade depois de mudar o nome da empresa no Facebook para Meta.

Essas criptomoedas sobreviveram à queda do Bitcoin (BTC), que aconteceu na última semana e acabaram dobrando de valor após sete dias.

Vitreo

Vitreo é uma empresa de gestão digital cujos principais sócios são Patrick O’Grady, Alexandre Aoude e Paulo Lemann. O objetivo da empresa é transformar a relação das pessoas com seus investimentos, utilizando a tecnologia para garantir uma jornada fácil, personalizada e transparente.

A empresa foi constituída na Fundada em outubro de 2018 e atualmente possui fundos de investimento, um fundo de pensão, um fundo multimercado e um fundo multimercado além de outros novos que a empresa pretende lançar no futuro.

 

Relacionados

Deixe seu comentário

© 2022 - Renda e Dinheiro – Tudo Sobre Finanças